TRF6 participa da abertura do Congresso da Magistratura Mineira

No dia 30 de novembro, a Presidente do TRF6, desembargadora federal Mônica Sifuentes, compôs a mesa de honra da solenidade de abertura do Congresso da Magistratura Mineira, promovido pela Amagis (Associação dos Magistrados Mineiros), no Hotel Ouro Minas. “Magistratura, Democracia e Responsabilidade Social” foi o tema do evento.

Um dos pontos altos da cerimônia foi a entrega do Prêmio Amagis de Jornalismo, que contemplou jornalistas mineiros nas categorias Internet, Sites e Blogs, Rádio, Reportagem de TV, Jornal Impresso, Fotojornalismo, e Jornais do Interior.

Após a abertura do evento, conduzida pelo Presidente da Amagis, juiz Luiz Carlos Rezende e Santos, o ministro Carlos Mário da Silva Velloso apresentou a palestra “Os sonhos não envelhecem”.

O ministro Mário Velloso falou sobre a criação das urnas eletrônicas – criadas em 1996, durante o período no qual presidiu o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) –, e a democracia no Brasil. O magistrado louvou a seriedade da Justiça Eleitoral no seu propósito de promover eleições transparentes e limpas e afiançou a segurança das urnas eletrônicas.

Mário Velloso destacou também o papel da magistratura nas eleições deste ano: “A Justiça eleitoral, os juízes e juízas brasileiros, de Minas Gerais, foram os grandes vencedores dessas eleições”, disse.

Compuseram a mesa de abertura do Congresso, além da desembargadora Mônica Sifuentes, o Presidente da Amagis, juiz Luiz Carlos Rezende e Santos; o ministro Carlos Velloso; o Vice-Governador de Minas Gerais, Paulo Brant; o primeiro Vice-Presidente do TJMG, desembargador Alberto Vilas Boas Vieira de Sousa, representando o Presidente, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho; o Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e ex-presidente da Amagis, desembargador Maurício Torres Soares; o Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais, desembargador Rúbio Paulino Coelho; o Vice-Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, conselheiro Gilberto Pinto Pereira Diniz, representando o Conselheiro-Presidente Mauri Torres; e a Vice-Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, juíza Rosimere das Graças do Couto, representando a presidente da AMB, juíza Renata Gil.

O Congresso, que terminou no dia 2 de dezembro, teve o apoio institucional do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, da Ejef (Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes) e da Prefeitura de Belo Horizonte.

Botão voltar